Educação no ambiente Hospitalar
02/09/2021 - 14:40

O atendimento hospitalar com qualidade e humanizado é uma constante preocupação da Secretaria de Saúde do Paraná. Por determinação do Secretário da Saúde Beto Preto, as unidades necessitam ser convenientes e próximas dos lares dos paranaenses, oferecendo o máximo de serviços possíveis, como é o caso da escolarização no ambiente hospitalar.

Atuando no Hospital Infantil Waldemar Monastier (FUNEAS), em Campo Largo, há dez anos, o SAREH – Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar, faz parte de uma parceria entre a Secretaria de Saúde do Paraná e Secretaria de Educação do Paraná, proporcionando a continuidade dos estudos às crianças internadas.

No Paraná são 19 unidades conveniadas que possuem o SAREH, entre hospitais, associações, clínicas e comunidades terapêuticas. O Hospital Infantil é a única instituição hospitalar da Rede Estadual de hospitais, e única da FUNEAS, com convênio firmado com a Secretária Estadual de Educação.

A equipe é composta por um pedagogo e três professores, divididos conforme as áreas de conhecimento, com instalações adequadas às necessidades dos professores e alunos, assegurando a continuidade do processo de escolarização durante o internamento do paciente.

O serviço atende preferencialmente alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial, matriculados ou não, visando inserção ou reinserção nas instituições de ensino.

A Diretora Geral do Hospital Infantil, Maria Isabel da Cunha, disse que a equipe do SAREH é muito entrosada com a equipe assistencial e multiprofissional, facilitando o trabalho e os resultados, e que mesmo durante a pandemia o acompanhamento não parou, oferecendo assistência remota.

“Durante esses dez anos de SAREH no HI, foram desenvolvidos muitos trabalhos educacionais com os alunos/pacientes, e gradativamente estamos retomando os atendimentos presenciais, sendo motivo de muita alegria para nós, dar esta oportunidade às crianças”, afirmou.

De acordo com o diretor-presidente da FUNEAS, Dr. Marcello Machado, o trabalho desenvolvido pela equipe do SAREH no Hospital Infantil evita a perda do ano letivo do aluno-paciente, e facilita o retorno deste às salas de aula, no pós-internamento.

“Esta parceria promove, além de um atendimento humanizado, o cumprimento dos direitos da criança e do adolescente. Este período de internamento é muito difícil para eles, e o trabalho desenvolvido pelo SAREH colabora para tornar este momento mais leve, proporcionando conhecimento e a integração do paciente ao convívio social”, disse.

Histórico – Desde o início de sua implantação no HI, em maio de 2011, o SAREH já atendeu 21316 pacientes, e o trabalho de qualidade prestado resultou na publicação de um livro, intitulado Escolarização Hospitalar – um espaço desafiador, no ano de 2017, com relatos do dia a dia do serviço na instituição, servindo de base para outros educadores na área.

Em 2020 as profissionais tiveram o artigo "Mães adolescentes: Direito à Escolarização durante hospitalização do filho na UTI neonatal" publicado como capítulo 8 do livro Tópicos em ciências da Saúde.

Últimas Notícias